THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

domingo, 6 de junho de 2010

não sou eu!!



não sou eu!!

tudo aquilo que sou, que realmente sou, está preso dentro de mim
e dói... dói muito, muito, porque aquilo que sou não vive, não se expressa,
não é ...

o que me prende, me ata, também sou eu, mas em outra forma humana,
o amor que sinto por esse outro eu é incondicional, por ele morro,
por ele deixo de ser eu, quem realmente sou,

eu, minha vida, minha razão de vida, meu sangue, meu osso, por ti
sou, não aquilo que realmente sou mas aquilo que preciso ser, para te ver bem,
para te ver sorrir, para te sentir...seguro

e abdico de mim, porque tu és eu e eu sou tu,
porque te amo mais que eu, o que realmente sou...

2 comentários:

Valter Montani disse...

Minha Amiga Analuz
Dia 12/06 é o dia dos namorados aqui no Brasil, então em comemoração deixo aqui minha marca, bjs e felicidades sempre!

AMOR CÓSMICO

Seu corpo assim, junto ao meu
um idílio de conveniências,
enigma repleto de emoções.

Duas naves movidas a cinestesia
através de outras dimensões,
muito além da simples anatomia.

Rumamos à galáxia do estro,
nessa deliciosa jornada esotérica
um amor em cósmico manifesto.

Valter Montani

Abigail Macedo disse...

Olá Analuz,
Obrigada pelo comentário no meu blogue e pela preocupação. Está tudo bem comigo, apenas muito cansada de tanto "mundo". Em semi-férias neste momento, vou tentar postar mais e melhor. Estou em dívida para consigo e com os outros leitores.
Beijinho grande e espero que Deus a abençoe e o que o Espírito Santo ilumine sua alma. Acho sua escrita um pouquinho triste... Gostava de a "ler" mais feliz.
Abigail

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares