THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Amor eterno





correndo, sinto-me ir

correndo até ti
sem mesmo saber quem eres

correndo, correndo até Ti

sabendo, apenas
que só tu levas meu tempo
só tu levas minha alma
quando me sinto sózinha

e são tantos os momentos
Deus, são tantos
que me fazem querem fugir até ti

e, nos meus sonhos
sempre
corro em tua procura
para que me abraçes e me digas
o que ninguém, até ora conseguiu dizer
ninguém me disse

que no meu coração, teu, sou, tua alma
que sou tuas lágrimas, teu clamor, tua Vida

e quando clamo por ti
mesmo sem saber quem és
sei, que cada dia que passa
sem ternura, sem amor, sem nada

tu, algures, estás á minha espera ...

apenas te sinto a Ti, dentro em mim
sabendo, sentindo, que alguém me ama, me amará, sem fim
com toda sua alma, e que bramas, em alto

que as minhas lágrimas, são as tuas
que a dor, que sinto dentro, que mata
tu a sentes dentro, por mim
e a combates, como guerreiro volátil e audaz que és

apenas, por saberes
mesmo não sabendo quem eu sou
que sou aquela que tu sempre esperastes
para te fazer sentir

em tua alma, que clameja, como a minha
eu sei ...

que só eu levo teu tempo
só eu levo, tua alma, na minha
quando Tu te sentes sózinho ...


Analuz


0 comentários:

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares