THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Alguém





alguém que sofreu, atrozmente, para mostrar-nos que estamos enganados, subjugados, pela mente,  nossa mente, apenas, por aquilo que deixamos, permitimos, que ela nos roubasse ...


o Amor por nós próprios, e essencialmente pelo outro que está ao nosso lado, e também pelo que está longe ....


alguém que existiu algures neste mundo em que estamos encarcerados, e que nos veio mostrar


que só saimos dele, quando e apenas, compreendermos a dor, que está dentro de cada um ...


e deixarmos de a estravassar, de a entregar, a outros, todos os outros...


que não a nós mesmos!!

0 comentários:

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares