THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

terça-feira, 21 de junho de 2011

Papis



saudade sinto, deveras sinto

de que sinto saudade??


de seres que me fazem falta


daqueles que a vida me retirou, à força 


sem, apenas avisar, que os levava


que me atraiçou, neglegiciando minhas súplicas

daqueles que me faziam sentir, viva, e por vezes com dor, muita dor,


mas que me faziam sentir ...


e que agora, retiradas de mim, me fazem sentir saudade


saudade que mata, saudade que dói atrozmente

apenas fica a esperança,  talvez ilusão



de que um dia, uma realidade, um outro plano, um outro lugar


volte a reecontrar-me com quem


de saudade sinto


de que sinto, grande, saudade!!


Analuz

0 comentários:

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares