THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

quarta-feira, 29 de junho de 2011

ser amada ...




mais que a Vida

a própria vida....

mais que um sonho

o próprio sonho...

mostrar-me que a vida é real!

mostrar-me que o sonho também o é!!

mais que mil palavras....

mais que tomar-me na mão

e dizer-me que ...

és minha rainha!!

quero sentir-te, assim, 

sentir, em mim, nos meus sonhos

a dizer-me...

nudastes a minha vida, pacientemente ...

que te amo mais que a própria vida!!

fechar os olhos e sentir que me protejes

que afecto os teus sonhos, todas as noites ...

e que tocando-me  sentes que a vida é verdadeira ... e o próprio sonho ...

mostrar-me que a vida é mais que a vida, assim como ela é!!

que minha beleza te resplandece

e que o tempo, não é tempo, aqui, como o vemos, o sentimos ...

que o conseguimos sentir, juntos, dessa forma 

que o sangue, nosso, de cada um, 

é o mesmo que nos corre nas veias ...

e dizeres-me

que os sonhos são verdadeiros, contigo, assim, simplesmente,

e olhar-me, chegar a olhar-me, com medo

com o medo, que um dia parta,

sentir, nos teus olhos, o amor que sempre quiz

como quiz, em sonhos, ser amada ...

desde pequenina,

e nestes anos todos,

desde essa terna idade ...

e pergunto-me, agora,

será que não consegues ver??

que a vida pode tornar-se realidade

e que estes anos todos, podémos torná-la, assim

e que não conseguimos, isso??

sentir, o sangue, nosso sangue ... junto

não lograstes mostrar-me que esse sonho, de pequena, é real

e chegastes a meter-me medo, muito medo...

medo que senti, na pele, no pulsar, mas com coragem!!

e choro, cada dia, choro, por dentro

revendo tudo, passo a passo,

sentindo na pele, esse momento de loucura...

contigo ...

diz-me, assim, como te posso dizer

como queres que te diga

como queres que consiga sentir...

que sou


amada por ti ... 

0 comentários:

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares