THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Só na companhia




alguém sabe?


alguém me acompanha?


alguém sentiu, sentir-se uma inútil, ter fracassado?


alguém sentiu na pele, sentir que quem a te entregastes, sem limites


abandonando tudo aquilo que mais amas


te critica, dia a dia, hora a hora, segundo a segundo,


te faz sentir um nada


te faz sentir que tu mesma, como tu realmente és, não lhe agrada


lhe trasntorna, com um simples agir


mostrando-me eu, sincera, como sou,


como sempre fui


alguém me acompanha, na dor??


na dor, de se sentir apartada dos sonhos, 


de não se sentir protegida, de não se sentir que valemos algo para alguém


que não somos seu mundo


que não nos tenta salvar, da escuridão que sente só de me sentir?

que não me joga a tábua, quando estou afundando


quando não compreende as minhas decisões


que não me compreende quem realmente sou, sem asperezas, sem julgamentos, sem ...


será que alguém me acompanha?

na dor de sentir que não sou nada de valor para alguém que já faz parte de mim


mesmo que decida partir...


sempre será?

será que alguém sente a dor de ser ninguém? num mundo de outro?


rogo que não...


porque o que se sinto, não desejo a mais ninguém que a mim mesma!!

0 comentários:

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares