THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

Pare o mundo que eu quero descer ...


Raul Seixas

tentando fazer poesia
do que me arranca a Alma,
ela mesma, mesmo que seja em pranto ...

domingo, 3 de julho de 2011

Vicío




heiii


quem és

quem és tu


que me enovoa, me retira o sentir, me tira de mim


heiii

quem és ...


quem és tu


que me faz rodar, rodar e rodar

como se fosse a primeira vez


e me reitra da dor que tenho dentro

como uma guitarra que toca

lentamente, mas com força. muita força


heiii


quem és tu, que forças tens dentro de ti

e porque me aprisionastes dentro

e não te consigo, abandonar ...


e não sei o que dizer, o que fazer

para que me abandones ...


e sinto, 

como me envolves, como me transportas para outros mundos


que não este, que me faz doer, morrer


heiiii


quem és tu


que me vai matando, sinto, dentro, dia a dia


que me vai sugando as forças de que preciso para seguir


mais um pouco, mais um dia, nesta vida


heiiii


quem és tu

diz-me, se deus te criou, na minha vida



e me faz enfrentar-te dia a dia, segundo a segundo que anseio por ti

diz-me, te suplico, diz-me


como consigo deixar-te, abandonarte, rejeitar-te


se me fazes viver nesses instantes que estou contigo

no saboreio, já sem saborear ...

que estou ainda viva ... 

mais um dia

0 comentários:

Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo, o homem chama borboleta.
(Richard Bach)

Somos prisioneiros da vida e temos que suportá-la até que o último viaduto nos invada pela boca adentro e viaje eternamente em nossos corpos

Raul Seixas

Mensagens populares